Impotência sexual feminina → Saiba tudo!

Engana-se que a impotência sexual atinge só os homens.

E embora seja um assunto pouco abordado por muitos, as disfunções sexuais femininas são muito mais frequentes do que se acredita.

Impotência femininaEla acontece quando há uma mudança significativa no comportamento sexual da mulher. Os pensamentos e as fantasias sexuais diminuem (ou até desaparecem) e as relações sexuais passam a ser adiadas ou evitadas.

A falta de desejo sexual (libido) são muito comuns na impotência sexual em mulheres. Esse problema é o que mais atinge as mulheres atualmente. Alterações hormonais, parto, amamentação, menopausa, disfunções hormonais e antidepressivos são algumas causas para esse problema.

Com a falta de desejo sexual acontece a falta da lubrificação vaginal o que torna a penetração muito mais dolorosa.

A lubrificação vaginal é um líquido produzido no colo do útero que umedece a vagina e remove células mortas. Essa umidade é ligeiramente ácida e isso ajuda a prevenir possíveis infecções nesta área.

A impotência sexual feminina prejudica também o orgasmo. Nessa condição, a mulher jamais tem orgasmo ou somente o consegue com masturbação.

É importante destacar que a impotência sexual também pode estar ligada a falta de segurança que por muitas as vezes a mulher não gosta de sua aparência e acaba fugindo do ato sexual.

Combatendo a impotência feminina

Pimenta combate a disfunção femininaUma das melhores maneiras de combater esse problema é com a alimentação.

Existem certos alimentos que quando consumidos regularmente contribuem para o aumento da libido, fertilidade e da vasodilatação vaginal, além de melhorar o desempenho sexual por completo.

Canela, mel, morango, cacau, castanha, nozes, amendoim, alecrim, pimenta vermelha, pó de catuaba, gengibre e açafrão são alguns desses alimentos que podem melhorar sua potência sexual e acabar com a disfunção feminina.

A menopausa é um problema que pode desencadear a impotência feminina. E ter uma alimentação adequada é ótimo para diminuir os efeitos dela.

A ingestão de alimentos ricos em vitamina E, C e D3, zinco, cálcio, ácido fólico, magnésio, selênio, carboidratos integrais, proteínas de alto valor biológico, substâncias fitoestrogeneas e fitonutrientes ameniza as causas decorrentes dos déficits hormonais, de estrógenos e progesterona que são essenciais para a saúde sexual feminina.

Uma outra maneira de acabar com a impotência feminina é reduzindo os níveis de estresse e ansiedade que são os grandes causadores da impotência feminina.

A depressão também é outro problema que pode afetar a vida sexual feminina, porem esse assunto falaremos em um outro artigo.

Mas de qualquer forma, assista ao vídeo abaixo que fala sobre os sintomas da depressão: